Menu

Emanoel Nascimento - 3D virtual exhibition by NEPEA | GPEACC

Emanoel Nascimento

Curadoria: Prof. Dr. Fábio Rodrigues
Assistente de curadoria: Caleb Costa

Emanoel do Nascimento Alves (1985), nasceu na cidade de Juazeiro do Norte – Ceará, onde vive, estuda e trabalha. Muito jovem iniciou seus estudos no desenho e na pintura, ao ingressar em cursos oferecidos por artistas locais da cidade. Foram nesses cursos onde aprendeu a desenhar e pintar e mais tarde veio a se tornar um instrutor.

Em todas as cidades, distritos e comunidades mais afastadas da região do cariri cearense, existem artistas que tiveram e têm até hoje importância singular na formação de jovens que, desde muito cedo, aprendem a desenhar, pintar, esculpir na madeira e na pedra, a modelar no barro, no gesso e com outros materiais. Nesses lugares, foram se constituindo escolas de saberes artísticos e nomes foram se tornando referencialidades que até hoje constituem a história da arte local, que se soma a história da arte da região do cariri e fazem parte da história da arte universal, se consideramos que cada cultura possui sua história da arte. Claro que o projeto imperial/colonial e a colonialidade do poder, do saber e do ser, foram impondo um conceito universalizante de história da arte, contribuindo assim para que a colonialidade e seu projeto educativo tenham nos imposto aprender sobre a história da arte, geograficamente delimitada, de alguns países que constituem o continente europeu.

Na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, podemos dizer que as escolas da tradição permanecem vivas e muitos jovens, adultos e idosos passam por essas escolas. Hoje algumas/alguns artistas-professoras(es) dessas escolas e suas(eus) estudantes têm ingressado no Curso de Licenciatura em Artes Visuais do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri – URCA. Emanoel Nascimento é um representante dessa geração que ingressou na universidade sem perder suas referencialidades e aprendizagens, no desenho e na pintura, adquiridas com o artista-professor Francisco Amorim. Em sua formação anterior, a universidade conheceu dona Assunção Gonçalves (1916-2013), artista-professora que integra a história da escola da tradição da cidade. Nomes como Mestre Noza (1897-1984) e Luiz Karimai (1947-2010), foram responsáveis pela formação estético/artística de muitas gerações. O artista-professor Petrônio Alencar (1978), com seus cursos de desenho e pintura, é um testemunho da continuidade dessa escola da tradição em Juazeiro do Norte.

A exposição Emanoel Nascimento traz um panorama de sua prática artística com forte centralidade nas encomendas. A prática da encomenda caminha na cidade de Juazeiro do Norte lado a lado com a escola da tradição. Muitas são as pessoas da cidade e de fora que encomendam pinturas, desenhos, esculturas em madeira, esculturas em gesso. As encomendas fazem com que essas(es) artistas atendam demandas que vão da pintura sobre tela, de imagens da história da arte consagrada, legitimada pelo imaginário popular, até as pinturas murais nos painéis em paredes de escolas e estabelecimentos comerciais. Na cidade de Juazeiro do Norte, encontramos nos escritórios, consultórios, agências de viagem, lojas e em casas de particulares, verdadeiros acervos de pinturas, desenhos, xilogravuras e esculturas, tanto das(os) artistas-professoras(es) como de suas(eus) ex-alunas(os), como é o caso do artista-professor Emanoel Nascimento.

more exhibitions of NEPEA | GPEACC

NEPEA | GPEACC

Maria Macêdo, no tempo das plantas

permanent exhibition

Do you like the exhibition?

Cookies help us to provide certain features and services on our website. By using the website, you agree that we use cookies. Privacy policy